Mosquitos gigantes surgem em estado norte-americano após furacão
09/10/2018 18:42 em Mundo

 

 

As enchentes que seguiram o furacão Florence, que atingiu a Carolina do Norte em 14 de setembro, geraram milhares de super mosquitos em todo o estado, segundo entomologistas. Esses gigantes têm pernas listradas e são de duas a três vezes maiores do que os sugadores de sangue normais, encontrados durante o verão. É o que afirma Michael H. Reiskind, professor assistente do Departamento de Entomologia da North Carolina State University. “Definitivamente maior”, disse ele à CNN.

A boa notícia é que essa espécie, chamada Psorophora ciliata, mas comumente conhecida como “gallinippers“, não é capaz de adoecer pessoas. “Eles podem portar dirofilariose, mas em geral não carregam doenças humanas”, confirmou o professor.

A espécie é nativa em todo o leste dos Estados Unidos, até o sul de Ontário, de acordo com o especialista. “Em geral, eles são bem raros, eu diria, em circunstâncias normais. Mas quando você tem furacões, você consegue um boom tão grande na população da enchente que, de repente, todo mundo percebe isso.”

A espécie se reproduz mais quando há mais água parada e, geralmente, preferem“áreas gramadas que inundam, então podem ser campos agrícolas, prados úmidos, pântanos”, disse Reiskind, que acredita que a espécie “provavelmente se adaptou a esses períodos de momento em que você tem inundações maciças na paisagem “.

 

Existem cerca de 4.000 espécies de mosquitos no mundo e pelo menos 61 espécies na Carolina do Norte, e cada uma é diferente da outra, então ainda há muita coisa desconhecida sobre elas. O que se sabe é que no mês passado, o governador Roy Cooper ordenou US $ 4 milhões (quase R$ 15 milhões) para financiar os esforços de controle de mosquitos.

Reiskind disse que o financiamento é importante porque muitas vezes, após uma onda inicial de mosquitos gigantes, ocorre uma segunda onda de outras espécies, como por exemplo a transmissora do vírus do Nilo Ocidental. A preocupação ainda está sendo estudada, assim como possíveis prevenções.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!